Conheça Nossos Produtos

A Mark Lok trabalha com Aluguel de Caminhonetes Rodo Ferroviário, Equipamentos Topográficos.

Caminhonetes Rodo Ferroviário
Alugue e melhore a qualidade de seus serviços em linha férrea.
Saiba Mais
Equipamentos Topográficos e GPS Geodésicos
Alugue e garanta qualidade e tecnologia nos seus projetos.
Saiba Mais
Source: forstudentpower.org
We seek partnership
We look for partners who have railroad maintenance equipment or capital investment in equipment Mark Lok parts improvement.
Contact us

Trilhos podem resultar na atração de novas indústrias, diz Milan; Ferrovia em Cuiabá

A extensão dos trilhos da Ferrovia Senador Vicente Vuolo até Cuiabá, e posteriormente até o Médio-Norte, será discutida nessa sexta-feira, 24 de março, na capital mato-grossense. A discussão será na Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt). Na avaliação do presidente da entidade representante das indústrias no Estado, Jandir Milan, a ferrovia diminui o gargalo logístico, o que pode resultar na atração de novas indústrias e redução de custos.
 
As discussões da Ferrovia Senador Vicente Vuolo foram retomadas recentemente. A obra entre Rondonópolis e Cuiabá está orçada em R$ 1,4 bilhão aproximadamente. Já entre Cuiabá a Sorriso R$ 3,6 bilhões.

Os trilhos em Mato Grosso chegam hoje até o município de Rondonópolis, saindo do Porto de Santos. A ferrovia foi inaugurada

em Rondonópolis em setembro de 2013 e conta com outros terminais localizados em Alto Taquari, Alto Araguaia e Itiquira.
 
O encontro nessa sexta-feira, 24, para debater a Ferrovia ocorrerá às 9h no auditório da Fiemt e é organizado pelo Fórum Pró-Ferrovia. Na ocasião serão apresentados os avanços conquistados e as próximas etapas necessárias para concluir o projeto.
 
De acordo com o presidente do Fórum Pró-Ferrovia, Francisco Vuolo, a extensão do modal até

Cuiabá beneficiará 13 municípios e contribuirá para a atração de indústrias, redução do custo do frete, geração de emprego, além de desenvolver a região economicamente.
 
Além de promover um debate sobre as vantagens econômicas e financeiras para Mato Grosso, Vuolo afirma que o encontro tem o objetivo de "tratar do avanço que os trilhos da Ferrovia trarão para todos os municípios do Vale do Rio Cuiabá, e não somente à capital, com destaque às indústrias que podem se instalar, empregos que podem ser gerados e, principalmente, para o desenvolvimento socioeconômico”.
 
Na avaliação do presidente da Fiemt, Jandir Milan, os trilhos poderão "Diminuir o gargalo logístico no Estado resulta na atração de novas indústrias, redução de custos e, consequentemente, crescimento do setor industrial e desenvolvimento socioeconômico mato-grossense. Por isso, a Fiemt tem interesse que a Ferrovia avance pelo estado e contribua com o fortalecimento da nossa economia. E esse avanço precisa passar por Cuiabá, para que seja mais um vetor de desenvolvimento para a capital".
 
De acordo com o secretário da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso (Sinfra-MT), Marcelo Duarte, a discussão tem sido ampliada após a edição da Medida Provisória 752/2016, que visa estimular as concessões no país, e, entre as ações, prevê a antecipação dos contratos de concessões de ferrovias e a destinação de investimentos na própria malha ou naquelas de interesse da administração pública.
 
Discussões iniciadas em 2013
 
O presidente do Fórum Pró-Ferrovia em Cuiabá, Francisco Vuolo, comentou recentemente ao Agro Olhar que as discussões para trazer os trilhos até Cuiabá foram iniciadas logo após a inauguração em Rondonópolis.
 
Segundo Vuolo, os estudos realizados pela ANTT apontam a viabilidade do modal ser utilizado inclusive para o transporte de passageiros entre Rondonópolis e Cuiabá. “Mas, é o de carga que traz a viabilidade da obra”, ressaltou à reportagem.
 
Em janeiro a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) firmou o compromisso de avaliar o pleito de estender a malha ferroviária de Rondonópolis à Cuiabá da Ferrovia Senador Vicente Vuolo. A expectativa é que o modal garanta não apenas a integração econômica entre os dois municípios e os que compõem a região do Vale do Rio Cuiabá, mas também a integração cultural.
 
Uma “Carta de Mato Grosso – Ferrovias” foi entregue para a ANTT pelo Fórum Pró-Ferrovia durante audiência pública realizada em Brasília (DF) no dia 26 de janeiro. O documento, inclusive, era o mesmo assinado pelo governador Pedro Taques no dia 20 de janeiro em reunião com o Fórum em Cuiabá.
 
O documento entregue para a ANTT pede a inclusão do trecho Rondonópolis a Cuiabá nas obrigações da Concessionária Rumo ALL (Malha Paulista), além de uma utilização melhor da opção do traçado segundo o EVTEA contratado pela ANTT (Alternativa do Traçado 5) – valor de R$ 1,36 bilhão. Outro ponto solicitado é a aplicação do montante suficiente dos valores de pagamento de Encargos e parte da Outorga para a realização das obras de expansão da Ferrovia Senador Vicente Vuolo.

FONTE

Fale Conosco

+55 (62) 3321-2740
+55 (64) 99277-2314
+55 (64) 98444-1786 (whatsapp)
+55 (62) 99386-1977 (whatsapp)

Anápolis, GO 75071805, Brasil